Playlist: As 10 melhores músicas pop de 2014

Na humilde opinião de Manusinia, claro! rs

2014 foi um ano em que figurinhas carimbadas dos charts estiveram um pouco sumidas, como Rihanna, Kelly Clarkson e Madonna, que aparentemente decidiram tirar um ano sabático. Já outras figurinhas mais conhecidas estiveram bem presentes, como Beyoncé, Katy Perry e Maroon 5. Ainda teve as outras figurinhas que a gente mal sabia quem eram até este saudoso ano de 2014, tais como Ariana Grande (eu nunca vou saber falar o nome dessa menina), Iggy Azalea (muito menos o dessa) e Sam Smith (finalmente um normalzinho). E como em todo bom ano para a música, sempre existem aquelas músicas que a gente separa pra escutar e aquelas que a gente pula na rádio (ou no Spotify) quando surgem. Estou aqui para falar quais foram as canções que se encaixaram na ~minha~ primeira opção, portanto, se a sua música favorita de 2014 não entrou nesta lista, não priemos cânico! Fala lá nos comentários o que bombou nos seus fones de ouvido neste ano e tá tudo certo!

1. Beyoncé – Pretty Hurts

Confesso que até hoje não parei para escutar o álbum visual por completo, mas já pude conhecer algumas músicas dele e Pretty Hurts se configura como a melhor por sua melodia, seu clipe emocionante e sua letra contra a ditadura da beleza e a favor de cada pessoa se sentir bem da maneira que bem entender. Lindo.

2. Pharrell Williams – Happy

SIM, ela entrou aqui!!! Ok, compreensível não gostar dessa música no final do ano em que ela foi tocada ~exaustivamente~ em 11 de 10 rádios no mundo inteiro e em 20 de 19 comerciais aqui do Brasil, mas confesse: em Janeiro de 2014 você ouviu, curtiu e dançou no seu carro ao som de Happy! Que, de fato, é uma música muito legal, com uma letra feliz e um clipe com uma das propostas mais incríveis que eu já vi. Claro que assistir 24 horas de Happy a esta altura seria pior que torturas tailandesas + medievais, mas vale a pena dar uma olhadinha no site do projeto aqui.

3. Sia – Chandelier

Como uma das melhores músicas do ano não entraria aqui, não é mesmo? Sia chegou meio escondidinha mostrando seu trabalho solo e rapidamente mostrou o porquê de ser uma das principais compositoras do mundo pop atualmente. Chandelier é um misto de desejo e vazio, festa e dor, tudo isso permeado por uma performance vocal crua, visceral, viva. E ainda dá pra dançar.

Tem review do 100 Forms of Fear aqui no Fatia!

4. Demi Lovato feat. Cher Lloyd – Really Don’t Care

Eu gosto de Really Don’t Care desde que ela foi lançada em 2013. Afinal, como não me apaixonar por uma letra que diz que nem se as estrelas e a lua colidirem eu vou querer o boy trepeça de volta na minha vida? A participação de Cher Lloyd deu um toquezinho especial à música, feita para dançar e jogar pro alto toda lembrança ruim do tal boy. Ah, o lyric video é um dos melhores clipes que assisti em 2014. Já revi esse negócio umas 4940494094x e sempre, SEMPRE me empolgo demais, até porque ele foi gravado aqui no Brasil com ~lovatics~ brasileiros. Amo.

5. Meghan Trainor – All About That Bass

TÁ, OK, EU SEI QUE FALEI MAL DELA EM UM POST ANTERIOR mas as pessoas podem mudar de opinião quando a música é legal, dançante, sassy e tem uma letra divertida e saudável, ok? Dá licença? Errar é humano!!!1

6. Coldplay – True Love

Ah, gente, como não amar uma das músicas mais lindas do Ghost Stories? O álbum mais recente do Coldplay dividiu opiniões, mas certamente uma teoria é geral: a alma de Chris Martin está nesse trabalho, em cada verso melancólico, cada frase triste e cada falsete desesperado. Só que no caso de True Love, a dor mais profunda se encontra na guitarra chorosa de Johnny Buckland, que tem um dos seus melhores momentos no álbum e me faz arrepiar ao sentir a música e simplesmente isso: sentir.

Ah, ninguém entendeu o clipe mas ele é uma fofura!

Tem review do Ghost Stories aqui no Fatia também!

7. Nick Jonas – Jealous

Alguém pode me explicar o que aconteceu com Nick Jonas Brothers em 2014? Ninguém sabia dele no começo do ano, daí ele se tornou parte da produção técnica da turnê da Demi, então ele começou a cantar com ela em algumas músicas, e eis que ele lança um CD novo, o primeiro single vira hit e ele inicia uma série de TV que já foi renovada para a terceira temporada e tem sido sucesso de crítica. Amigo, me passa essa receita pra um ano S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L, pfvr! E sobre a música, confesso que não gosto muito da ideia de um cara sendo super ciumento e possessivo por nada, mas eu não posso evitar: eu ainda gosto dessa música.

8. Ed Sheeran – Thinking Out Loud

Claro que não poderia faltar o queridinho britânico da América aqui, né? Ed lançou alguns singles neste ano, mas Thinking Out Loud é disparado o meu favorito (eu nem cheguei a gostar muito de Sing, na verdade). O violão, a voz, a letra, o clipe… tudo isso traz um sorriso ao rosto e um desejo de viver um amor exatamente onde estamos, que nem o eu lírico da música. Não é à toa que a gente ama tanto esse ruivinho. ❤

9. Lorde – Yellow Flicker Beat

Confesso que tive um preconceitinho em conhecer essa música assim que ela saiu pois apesar de gostar de Lorde ~como pessoa~, acho que houve muito hype em cima da menina e eu sou metida a hipster. Infelizmente pra mim, a música-tema do novo filme de Jogos Vorazes (#WEARETHEMOCKINJAY) é muito boa, fica na cabeça e ganhou uma performance simplesmente digna no último American Music Awards.

10. Taylor Swift – Blank Space

Não só uma das melhores músicas do ano mas um dos melhores clipes do ano. Blank Space tem uma melodia bem agradável e uma performance vocal invejável de Taylor, pois como comentei na review do álbum, ESSE NEGÓCIO É MUITO DIFÍCIL DE CANTAR. Mas pra gostar é rapidinho, e uma vez que você se viciar, lascou. Destaque para o samba na cara da sociedade, da mídia e da torcida do Flamengo que Tay-Tay dá com a letra dessa música. Now that is show business.

Tem review do 1989 aqui e cover de Blank Space aqui!

Menção honrosa: Ariana Grande feat. Izzy Azalea – Problem

Pois é, não deu. Assim que escutei Problem, no remoto mês de Abril de 2014, a música ficou na cabeça e a letra ficou na alma (talvez por eu estar vivendo um momento em que ela se encaixava bem). Algum tempo depois, lá estava eu cantando Smart money bettin’ I’ll be better off without you em um vídeo gravado em plena faculdade. E sempre que ela surge atualmente, em pleno Dezembro de 2014, eu gosto, eu canto e eu danço. Sorry, sociedade. Eu tentei.

E aí, curtiu a listinha? Concorda com todos, com algum ou eu só falei besteira aqui? Contribua com sua opinião! Compartilhar é bom. ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s